terça-feira, 30 de setembro de 2008

ESCLARECIMETOS E EXPECTATIVAS



Só para constar: a peridiocidade do Caneta foi afetada pelo velho problema do serviço de Internet banda larga precário.


Porém, no dia de amanhã, este blog pode ter algum comentário de um notável da imprensa esportiva.


É que este que vos escreve vai estar na II Semana de Jornalismo da UFRJ, cujo tema de amanhã será Jornalismo Esportivo. O evento terá a presença de quatro FERAS: Carlos Alberto Vieira, do Lance, Alex Escobar, da Globo/Sportv, Eraldo Leite, da Rádio Globo e Presidente da Associação dos Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro e de Renato Maurício Prado, ELE MESMO!


Diante de tantas referências na cobertura esportiva, o Caneta se empenhará em tentar conseguir alguma declaração de algum destes notáveis sobre o principal assunto que este aborda: FUTEBOL!!!

domingo, 28 de setembro de 2008

RESULTADOS DA 27ª RODADA PARTE 2: DOMINGO


(foto: globoesporte.com)
Inter goleia o Grêmio e faz rival perder a liderança; dois do Rio são lanterna e vice-lanterna
Depois de levar de quatro no Gre-Nal, tricolor vê o Palmeiras assumir o 1º lugar; Flu vira lanterna e o Vasco vice...


IPATINGA 3 X 1 VASCO
Era um jogo para se confirmar a aposta do Caneta no time do Vasco. Era. O Ipatinga se vez valer do seu trunfo no campeonato, as vitórias em casa e venceu o clube da Colina por 3 a 1, gols de Rodriguinho, Adeílson e Pablo Escobar. Edmundo descontou.

A equipe do Vale do Aço vem subindo na tabela e pode, enfim, sair da zona de rebaixamento na rodada seguinte se vencer o poderoso São Paulo no Ipatingão. Já o Vasco... É o VICE-lanterna; mas tem jogo fácil na próxima rodada em casa contra o Figueirense. Se o Vasco perder esse jogo, definitivamente o Caneta tira o apoio a este clube.


FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Estádio: Epaminondas Mendes Brito (Ipatingão), Ipatinga (MG)
Data/hora: 28/9/2008 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Gilson Bento Coutinho (PR)Renda/público: não disponível
Cartões amarelos: Rodriguinho (IPT); Jorge Luiz, Fernando e Mateus (VAS)
GOLS: Rodriguinho, 17'/2ºT (1-0); Edmundo, 9'/2ºT (1-1); Adeílson, 15'/2ºT (2-1); Pablo Escobar, 41'/2ºT (3-1).


IPATINGA: Fernando, Márcio Gabriel (Gilsinho, 7'/2ºT), Henrique, Gian e Rodriguinho; Augusto Recife, Leandro Salino, Xaves e Luciano Mandí (Léo Oliveira, 30'/2ºT); Ferreira (Pablo Escobar, 18'/2ºT) e Adeílson. Técnico: Márcio Bittencourt.

VASCO: Tiago, Fernando (Pedrinho, intervalo), Eduardo Luiz e Jorge Luiz; Baiano (Eduardo, intervalo), Jhonny, Madson, Alex Teixeira e Valmir (Mateus, 22'/2ºT); Leandro Amaral e Edmundo. Técnico: Renato Gaúcho.


CORITIBA 1 X 1 ATLÉTICO-PR
Resultado ruim para as duas equipes no ATLETIBA. O empate em 1 a 1, Rafael Moura para o Furacão e o argentino Ariel para o Coxa, fez o Coritiba cair uma posição na tabela e ligar o alerta para não se descuidar na caminhada rumo ao G4. Para o Atlético, o resultado lhe possibilitou de escapar da zona de rebaixamento. Por enquanto, já que faz confronto direto contra o Santos na próxima rodada e, numa possível combinações de resultados, pode parar em um das últimas quatro posições.


FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Estádio: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 28/09/2008, às 16h (de Brasília)
Árbitro: José Henrique de Carvalho (Aspirante FIFA-SP)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Moisés Aparecido de Souza (PR)
Cartões amarelos: Ricardinho, João Henrique e Maurício (CBA) / Valencia e Netinho (APR)
Gols: Rafael Moura, 11'/2ºT - 0x1 (APR) e Ariel, 21'/2ºT - 1x1 (CBA)
Renda/Público: R$ 601.385 / 32.718 pagantes

CORITIBA: Vanderlei; Maurício, Felipe e Rodrigo Mancha; Rodrigo Heffner (Thiago Silvy, 12'/2ºT), Leandro Donizete, Carlinhos Paraíba (Guaru, 34'/2ºT), João Henrique (Marlos, 12'/2ºT) e Ricardinho; Ariel Nauhepan e Keirrison. Técnico Dorival Júnior.

ATLÉTICO-PR: Galatto (Vinícius, 24'/2ºT), Danilo, Rhodolfo e Chico; Rodriguinho, Valencia, Fernando (Zé Antônio, 22'/2ºT), Ferreira e Netinho; Pedro Oldoni (Alan Bahia, 16'/2ºT) e Rafael Moura. Técnico: Geninho.



NÁUTICO 0 X 0 PALMEIRAS
O empate não era o resultado que o Palmeiras queria diante do Náutico. Mas lhe serviu para, enfim, assumir a liderança do Brasileirão. Com 50 pontos, o Verdão empata com o Grêmio, mas tem mais vitórias que o tricolor gaúcho. E pode abrir vantagem; no próximo sábado, enfrenta o Atlético-MG no Palestra Itália enquanto o Grêmio enfrenta o Botafogo no Olímpico.

Já o Timbu parou nos 30 pontos e no 13º lugar, que ainda lhe coloca na zona de classificação para a Copa Sul-Americana. Entretanto, o primeiro da zona de rebaixamento é a Portuguesa, que tem 27... É bom que os alvirrubros abram o olho, já que seu próximo compromisso é contra o Flamengo, nos Aflitos.


FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Estádio: Aflitos, Recife (PE)
Data/hora: 28/9/2008 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Alexandre Antonio Pruinelli Kleiniche (RS) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
Renda/público: Não disponível
Cartões amarelos: Ruy, Everaldo, Vágner (NÁU); Martinez (PAL)

NÁUTICO: Eduardo, Vágner, Adriano e Everaldo; Ruy, Paulo Santos (Geraldo, 28/2ºT), Hamilton, Valdeir e Alessandro; Gilmar (Felipe, 8'/2ºT) e Kuki (Clodoaldo, 32/2ºT) . Técnico: Roberto Fernandes.

PALMEIRAS: Marcos; Gustavo, Gladstone e Martinez; Élder Granja, Sandro Silva, Pierre (Léo Lima, Intervalo), Diego Souza (Evandro, 24'/2°T) e Leandro; Kléber e Alex Mineiro (Thiago Cunha, 32/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

SÃO PAULO 2 X 0 CRUZEIRO
Uma vitória para confirmar a luta pelo tri. O São Paulo recebeu o Cruzeiro no Morumbi e venceu por 2 a 0. Imagina qual foi a arma utilizada? BOLA PARADA, MAIS UMA VEZ. No primeiro, André Dias marcou DE CABEÇA após cobrança de escanteio; no segundo, Jancarlos acertou bela cobrança de falta. Agora o tricolor é o 5º, empatado em pontos com Cruzeiro, Flamengo. E pode superar os rivais na próxima rodada, já que pega o Ipatinga no Ipatingão.

O Cruzeiro, que vinha de uma boa vitória fora de casa diante do Figueirense, viu Flamengo e São Paulo encostarem. A derrota não lhe fez cair de posição (3º), mas a Raposa terá parada dura na próxima quinta-feira no Mineirão: o atual campeão da Copa do Brasil, Sport.


FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data: 28/09/2008 às 16h (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (FIFA-RS)
Auxiliares: Altemir Hausman (FIFA-RS) e Carlos Berkenbrock (SC)
Renda e público: R$411.195,00
Cartões amarelos: Dagoberto (SPO), Fabrício, Marquinhos Paraná (CRU)
Gols: André Dias, 35'/2ºT (1-0), Jancarlos, 48',2ºT (2-0)

SÃO PAULO: Bosco, Zé Luis, Jancarlos (33'/2ºT), André Dias e Rodrigo; Joilson, Jean, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner; Dagoberto e André Lima (Borges, 15'/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan (Gérson Magrão), Thiago Heleno, Espinoza e Marquinhos Paraná; Fabrício, Ramires (Elicarlos, 9'/2ºT), Henrique e Wagner; Guilherme e Thiago Ribeiro (Maurinho, 33'/2ºT). Técnico: Adilson Batista


BOTAFOGO 1 X 1 FLUMINENSE
Este que vos escreve já estava terminando o texto do clássico na cabeça descrevendo a vitória do Botafogo em cima de um Fluminense com menos um desde os 17 minutos do 2º tempo. O Fogão vencia a partida por 1 a 0, gol de Carlos Alberto. Eis que aos 45, Zé Carlos também é expulso. E o Flu, que não desistiu, foi valente e, num desligamento total da defesa alvinegra, conseguiu o empate com Edcarlos.

Porém, o resultado não foi nada animador. Somando apenas um ponto, o tricolor das Laranjeiras foi a apenas 26, que lhe colocou na condição, mais uma vez, de lanterna do Brasileirão. O Bota vinha de boa uma ascensão, mas parece que esta se estagnou. Apesar de ainda estar há três pontos do G4, está há quatro partidas sem vencer.


FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro
Data/hora: 28/9/2008 - 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Auxiliares: Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Wágner de Almeida Santos (RJ)Renda/público: R$ 180.865 / 12.654 pagantes
Cartões amarelos: Luciano Almeida, Thiaguinho, Wellington Paulista (BOT); Maicon (FLU)Cartões vermelhos: Thiago Silva, 17'/2ºT; Zé Carlos, 44'/2ºT
GOLS: Carlos Alberto, 28'/1ºT (1-0), Edcarlos, 46'/2ºT (1-1)

BOTAFOGO: Castillo, Alessandro, Renato Silva, Andre Luis e Luciano Almeida (Thiaguinho, intervalo); Túlio (Eduardo, 32'/2ºT), Leandro Guerreiro, Lucio Flavio, Zé Carlos e Carlos Alberto (Fábio, 37'/2ºT); Wellington Paulista. Técnico: Ney Franco.
FLUMINENSE: Fernando Henrique, Carlinhos (Tartá, 27'/2ºT), Edcarlos, Thiago Silva e Junior César; Romeu, Arouca e Conca; Ciel (Roger, 20'/2ºT), Maicon e Somália (Alan, intervalo). Técnico: Cuca.


INTERNACIONAL 4 X 1 GRÊMIO
Que líder que nada! Colorado não toma conhecimento de rival e se impõe no Beira Rio; 4 a 1, construído todo no primeiro tempo. O argentino D'Alessandro abriu o placar para o Inter, logo no 1º minuto de jogo. Mas Tcheco empatou. E quando se esperava que o líder fosse mostrar sua força, seu rival fez mais três gols; Alex, Índio e Nilmar, dando números finais à partida.

O Inter começa a chegar perto do G4 e entrou de vez na caça à vaga na Libertadores de 2009. Com a goleada, ganhou três posições e já é o 8º. E fará um jogo de seis pontos contra o Coritiba no sábado que vem. O tricolor gaúcho perdeu a liderança após estar há 13 rodadas no 1º lugar. E tem um jogo complicado no próximo sábado contra o Botafogo em casa.


FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Estádio: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-hora: 28/09/2008 – 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Wilton Otaviano dos Santos (RN)
Renda/Público: R$ 718.200,00 / 42.590 torcedores
Cartões Amarelos: Gustavo Nery (Inter); Orteman, Leo, William Magrão(Grêmio)
Cartões Vermelhos: Edinho, 50'/1ºT (Inter); Tcheco, 50'/1ºT (Grêmio)
Gols: D'Alessandro, 4'/1ºT (1-0); Tcheco, 18'/1ºT (1-1); Alex, 28'/1ºT (2-1); Índio, 39'/1ºT (3-1); Nilmar, 45'/1ºT (4-1)

INTERNACIONAL: Clemer; Ângelo (Danny Morais, 38'/2ºT), Indio, Bolívar e Gustavo Nery; Edinho, Magrão, Guiñazú e D’Alessandro (Taison 34/2ºT); Alex e Nilmar (Adriano, 44'/2ºT). Técnico: Tite

GRÊMIO: Victor; Leo, Pereira (Jean,11'/1ºT) e Réver; Paulo Sérgio (Souza, intervalo), Rafael Carioca, Orteman, Tcheco e Anderson Pico; Perea (William Magrão, intervalo) e Marcel. Técnico: Celso Roth


SANTOS 1 X 1 PORTUGUESA
Placar péssimo para as duas equipes na Vila Belmiro. O Santos, que tinha a possibilidade de se recuperar da goleada sofrida para o Goiás na rodada passada, apenas empatou em 1 a 1 com a Lusa em casa, gols de Kléber Pereira, artilheiro isolado da competição com 19 gols, para o Peixe e Athirson, para a Lusa. Apenas três pontos separam as equipes na tabela. O Peixe é o 14ª com 30 pontos e a Lusa é a 17ª, primeira da zona de rebaixamento, com 27. O "projeto Sul-Americana" santista sofreu uma falha grave...


FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 28/09/08, às 18h10
Árbitro: Paulo César de Oliveira (FIFA/SP)
Assistentes: Ednilson Corona (FIFA/SP) e Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP)
Público: 7.552 pagantes
Gols: Kléber Pereira, aos 13’/2ºT (1-0), Athirson, 15’/2ºT (1-1)
Cartões amarelos: Ediglê, Fellype Gabriel e Héverton (Portuguesa)
Cartão vermelho: Erick (Portuguesa)

SANTOS: Douglas; Wendel, Domingos, Fabiano Eller e Kleber; Rodrigo Souto, Roberto Brum, Bida (Pará, 17’/2ºT) e Michael (Tiago Luís, 24’/2ºT); Cuevas (Molina, 34’/2ºT) e Kléber Pereira. Técnico: Márcio Fernandes

PORTUGUESA: André Luis; Patrício, Ediglê, Bruno Rodrigo e Athirson; Erick, Rai, Preto e Fellype Gabriel (Héverton, 17’/2ºT); Edno (Halisson, 41’/2ºT) e Jonas (Vaguinho 25’/2ºT). Técnico: Estevam Soares
Clique no título da matéria para conferir a tabela da competição.

RESULTADOS DA 27ª RODADA PARTE 1: SÁBADO




No sábado, destaque para a bela vitória do Flamengo em cima do Sport
Goiás também vence e está perto do G4. Galo empata em casa


GOIÁS 3 X 0 VITÓRIA
Quem segura o Goiás? O time do planalto central engatou a quinta vitória consecutiva, é o líder do returno e continua a sua perseguição pelo G4. Ontem, mais uma goleada; 3 a 0 em cima do bom time do Vitória, gols de Júlio César (2) e Paulo Baier. Agora, a equipe esmeraldina soma 42 pontos, ainda a quatro do G4. Na próxima rodada, o adversário será o Fluminense no Maracanã. MAIS UMA VÍTIMA DO ESQUADRÃO VERDE DO CERRADO?

Já o rubro-negro baiano estacionou nos 40 pontos e vem caindo na tabela. Pode se recuperar na próxima partida: pega a Portuguesa no Barradão.

FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data/hora: 27/09/2008 – 18h20 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Marco Aurélio dos Santos Peçanha (RJ) e Alécio Aparecido Lezo (MS)
Cartões amarelos: Felipe, Fahel, Paulo Baier e Ramalho (Goiás); Marco Antônio, Leonardo Silva (Vitória)
Gols: Júlio César, 37'/1ºT (1-0); Júlio César, 3'/2ºT (2-0); Paulo Baier, 6'/2ºT (3-0).

GOIÁS: Harlei; Rafael Marques, João Paulo e Ernando; Vitor, Fahel (Fernando, 23'/2ºT), Ramalho, Paulo Baier, Felipe (Thiago Feltri, intervalo) e Júlio César; Iarley (Lima, 39'/2ºT). Técnico: Hélio dos Anjos.

VITÓRIA: Viáfara; Rafael (Adriano, 22'/2ºT), Marcelo Batatais, Leonardo Silva e Marcelo Cordeiro; Vanderson, Willians, Marco Antônio e Leandro Domingues; Osmar (Robert, intervalo) e Marquinhos (Ramón, 30'/2ºT). Técnico: Vágner Mancini.



ATLÉTICO-MG 0 X 0 FIGUEIRENSE
Bem que o Galo queria vencer para buscar a Sul-Americana. Mas, ontem, protagonizou uma péssima partida contra o Figueirense no Mineirão. Porém, mesmo com o empate em casa, o Atlético pode dormir tranqüilo, já que não pode ser alcançado em pontos pelos seus adversários diretos pela vaga na competição sul-americana nesta rodada.

O Figueira somou apenas quatro pontos dos 24 disputados no returno. E terá um compromisso difícil na próxima rodada contra o Vasco em São Januário. Dificilmente conseguirá os três pontos; por isso, já se é possível dizer que o Figueirense é um grande candidato a cair para a Segundona se continuar com esse aproveitamento tão baixo.


FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Data/hora: 27/09/08 - 18h20
Estádio: Mineirão/MG
Árbitro: Djalma José Beltrami/RJ
Auxiliares: Hilton Moutinho (RJ) e Dibert Pedrosa (RJ)
Público: 19.239 pagantes Renda: R$92.000,00
Cartões amarelos: Cleiton Xavier 21'/1ºT, Gomes 33'/2ºT (FIG); Rafael Miranda 21'/2ºT (ATL) Cartões vermelhos: Nenhum

ATLÉTICO-MG: Juninho, Mariano, Leandro Almeida, Marcos e César Prates; Rafael Miranda, Márcio Araújo (Petkovic 12'/2ºT), Serginho (Elton 26'/2ºT) e Renan Oliveira; Lenilson (Castillo 12'/2ºT) e Marques. Técnico: Marcelo Oliveira.

FIGUEIRENSE: Wilson, Alex Bruno, Gomes e Asprilla; Diogo, Magal, Cleiton Xavier, Marquinho e Alex Cazumba; Bruno Santos (Wellington Amorim Intervalo) e Ramon (Jackson 38'/2ºT). Técnico: Mário Sérgio.



FLAMENGO 2 X 1 SPORT
No jogo mais emocionante do sábado, o Flamengo mostrou de vez que está vivo na busca pelo seu sexto título nacional. Venceu o Sport por 2 a 1, de virada e, com os resultados da rodada, se manteve no G4 e está há quatro pontos do líder Palmeiras. Já o Sport, garantido na Libertadores do ano que vem, trocou de posição com o Internacional e é o 11º.

Roger abriu o placar para o time pernambucano. E até os 30 minutos do segundo tempo, o Sport vinha conseguindo segurar o placar. Mas Juan tratou de empatar a partida e o iluminado Vandinho, que entrou no lugar do zangado Ibson (mais uma vez reclamou ao ser substituído), virou, completando de cabeça cruzamento de Marcelinho Paraíba.


FICHA TÉCNICA (LANCENET)
Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 27/9/2008 - 18h20 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio Santiago (MG) e Wenderson Mozzer (MG)
Renda/público: R$677.363,00 / 40.812 pagantes
Cartões amarelos: Sambueza (FLA); Durval, Kássio, Andrade, Luciano Henrique e Junior Maranhão (SPT).
GOLS: Roger, 9'/2ºT (0-1); Juan, 36/2ºT (1-1); Vandinho, 44'/2ºT (2-1).

FLAMENGO: Bruno, Jaílton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Ibson (Vandinho, 29'/2ºT), Kleberson, Everton (Sambueza, 8'/2ºT) e Juan; Marcelinho Paraíba e Josiel (Obina, intervalo). Técnico: Caio Júnior.

SPORT: Magrão, Igor, César e Durval; Carlinhos Bala, Andrade, Junior Maranhão, Kássio (Fábio Gomes, 24'/2ºT) e Dutra; Enílton (Luciano Henrique, 31'/2ºT) e Roger (Fumagalli, 35'/2ºT). Técnico: Nelsinho Batista.

sábado, 27 de setembro de 2008

27ª RODADA DO BRASILEIRÃO: DOMINGO



Será que veremos um novo líder?
Domingo pode ter grandes novidades na tabela após os jogos


IPATINGA X VASCO
No duelo dos desesperados do Vale do Aço, apenas um objetivo; a fuga do rebaixamento. O Ipatinga recebe o Vasco no Ipatingão para tentar se valer de um dos seus poucos trunfos no campeonato; as vitórias em casa. O time será o mesmo que perdeu para o Flamengo na última rodada.

Já o Vasco, que pode ter maior torcida no Ipatingão amanhã, quer se recuperar o quanto antes para não sofrer até o final. Então o técnico Renato Gaúcho escala a equipe num 3-5-2 e vem com duas estréias; a do zagueiro Fernando (ex-Flamengo) e a do lateral-direito Baiano (ex-Santos, Palmeiras...). A vitória amanhã pode tirar a equipe cruzmaltina da zona de rebaixamento, já que o Figueirense pega o Atlético-MG no Mineirão e o Atlético-PR joga o ATLETIBA.


FICHA TÉCNICA
Estádio: Ipatingão, Ipatinga (MG)
Data/hora: 28/09/2008 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Gilson Bento Coutinho (PR)

IPATINGA: (4-4-2) Fernando, Márcio Gabriel, Henrique, Gian e Rodriguinho; Augusto Recife, Leandro Salino, Xaves e Luciano Mandí; Ferreira e Adeílson. Técnico: Márcio Bittencourt

VASCO: (3-5-2) Tiago, Eduardo Luiz, Jorge Luiz e Fernando; Baiano, Johnny, Alex Teixeira, Madson e Valmir; Edmundo e Leandro Amaral. Técnico:Renato Gaúcho


CORITIBA X ATLÉTICO-PR
Clássico de opostos no Couto Pereira amanhã às 16h. Enquanto o time da casa briga por uma vaga na Libertadores, o visitante briga desesperadamente para fugir do perigo de entrar na zona de rebaixamento - o Furacão está a apenas um ponto. No Coxa, que está há três pontos do G4, o técnico Dorival Junior irá manter a equipe que venceu o Fluminense no Maracanã na última rodada. Com apenas uma mudança por suspensão; Leandro Donizete entra no lugar de Alê.

Pelo rubro-negro, vários desfalques. Antônio Carlos cumpre suspensão, Alberto sente contusão e é dúvida, Júlio César está com uma lesão no tendão do pé direito... Mas Geninho vai com o que tem, e tem, pois o time vem de uma boa partida pela Sul-Americana contra o Chivas Guadalajara, para vencer o clássico.


FICHA TÉCNICA
Estádio: Couto Pereira, Curitiba (PR)
Data/hora: 28/09/2008 – 16h (de Brasília)
Árbitro: José Henrique de Carvalho (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Moises Aparecido de Souza (PR)

CORITIBA: (3-5-1-1) Vanderlei, Maurício, Rodrigo Mancha e Tiago Bernardi; Rodrigo Heffner, Leandro Donizete, Carlinhos Paraíba, João Henrique e Ricardinho; Marlos; Keirrison. Técnico:Dorival Júnior

ATLÉTICO-PR: (3-4-1-2) Galatto, Danilo, Rhodolfo e Chico; Alberto (Nei), Valencia, Fernando e Netinho; Kelly; Ferreira e Rafael Moura. Técnico: Geninho


SÃO PAULO X CRUZEIRO
Confronto de gigantes no Morumbi amanhã às 16h. Só como aperitivo; as duas equipes sonham com o título. A da casa vem apenas uma mudança em relação àquela que empatou em zero com o Sport na última rodada; o suspenso Miranda dá lugar à Jean, que não jogou a última partida por também estar suspenso. Com a vitória em casa, o São Paulo irá para 46 pontos e pode entra no G4 caso o Flamengo tropece em casa contra o Sport.

Na Raposa, a liderança pode estar muito perto com o tento fora de casa. A equipe, que tem 46 pontos, pode ficar no bolo junto com Palmeiras e Grêmio, caso os dois não conseguirem vencer seus compromissos. Adílson Batista terá a volta de Fabrício, que estava suspenso e pode não ter Ramires, que sente contusão. Elicarlos entra se este último não puder jogar. Jadílson não joga por cláusula contratual, já que foi emprestado pelo adversário de amanhã. Carlinhos ou Gerson Magrão entram.


FICHA TÉCNICA
Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 28/09/2008 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Altemir Hausmann (RS)

SÃO PAULO: (4-4-2) Rogério Ceni, Zé Luís, André Dias e Rodrigo; Joilson, Jean, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner; Dagoberto e André Lima. Técnico:Muricy Ramalho

CRUZEIRO: (3-4-1-2) Fábio, Thiago Heleno, Leo Fortunato e Espinoza; Maurinho, Fabrício, Ramires (Elicarlos) e Carlinhos (Gérson Magrão); Wagner; Thiago e Guilherme. Técnico:Adilson Batista


NÁUTICO X PALMEIRAS
O Palmeiras vai à Recife para buscar a liderança. Basta vencer o Náutico e esperar por um empate no Gre-Nal para a equipe de Vanderlei Luxemburgo chegar ao 1º lugar. No time, Pierre entra no lugar de Léo Lima. Os demais jogadores serão os mesmos que derrotaram o Vasco na última rodada.

O Náutico, que com 29 pontos pode entrar na zona de rebaixamento com a derrota, tem vários desfalques para a partida. Alceu e Derlei estão fora por suspensão. Já Willian e Reinaldo não jogam por cláusula contratual - foram emprestados pelo adversário.


FICHA TÉCNICA
Estádio: Aflitos, Recife (PE)
Data/hora: 28/09/2008 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Alexandre Antonio Pruinelli Kleiniche (RS) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

NÁUTICO: (3-5-2) Eduardo, Everaldo, Vágner Silva e Adriano; Ruy, Hamilton, Ticão, Valdeir e Alessandro; Clodoaldo e Kuki (Felipe). Técnico:Roberto Fernandes

PALMEIRAS: (3-4-1-2) Marcos, Gustavo, Maurício e Martinez; Élder Granja, Sandro Silva, Pierre e Leandro; Diego Souza; Alex Mineiro e Kléber. Técnico:Vanderlei Luxemburgo


BOTAFOGO X FLUMINENSE
Mais um clássico de opostos na 27ª rodada. No Engenhão, Botafogo e Fluminense buscarão a vitória por objetivos diferentes. O Fogão quer a reabilitação das últimas três derrotas que sofreu e a vitória, para voltar à briga do G4. Porém, Ney Franco terá três desfalques para a partida. Triguinho, Diguinho e Jorge Henrique estão suspensos. André Luís volta. O treinador só define quem entra momentos antes do início da partida.

No lado tricolor, a vitória é obrigação. O tricolor é apenas o vice-lanterna da competição e, mesmo com os três pontos, possivelmente não conseguirá sair da zona de rebaixamento ainda nesta rodada. Cuca também terá três desfalques e também só anunciará a equipe momentos antes da partida. Luis Alberto e Eduardo Ratinho estão vetados pelo DP e Washington está suspenso.


FICHA TÉCNICA
Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 28/09/2008 – 18h:10m (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Auxiliares: Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Wagner de Almeida Santos (RJ)

BOTAFOGO: (4-2-2-2) Castillo, Thiaguinho, Renato Silva, Andre Luis e Edson; Túlio e Leandro Guerreiro; Carlos Alberto e Lucio Flavio; Gil e Wellington Paulista. Técnico:Ney Franco

FLUMINENSE: (4-3-3) Fernando Henrique, Wellington Monteiro, Thiago Silva, Edcarlos e Junior Cesar; Romeu, Arouca e Darío Conca; Maicon, Ciel e Somália. Técnico: Cuca.


INTERNACIONAL X GRÊMIO
O Internacional pode propor grandes emoções ao Brasileirão se vencer o Gre-Nal amanhã no Beira-Rio. Primeiro porque será mais um grande concorrente a uma vaga no G4. E segundo, porque pode tirar a liderança do Grêmio, se o Palmeiras vencer o Náutico nos Aflitos. O Colorado vem com força máxima. Terá apenas um desfalque, por suspensão; Ricardo Lopes dará lugar a Ângelo.

No lado tricolor, a vitória servirá para espantar a má fase. De 21 pontos disputados no segundo turno, o Grêmio ganhou apenas nove. E está vendo o Palmeiras a ponto de ultrapassá-lo na tabela. Por isso, Celso Roth faz mistério. Só definirá a equipe momentos antes do início da partida.


FICHA TÉCNICA
Estádio: Beira Rio, Porto Alegre (RS)
Data/hora: 28/09/2008 – 18h:10m (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Milton Otaviano dos Santos (RN)


INTERNACIONAL: (4-3-1-2) Clêmer, Ângelo, Índio, Bolívar e Gustavo Nery; Edinho, Magrão e
Guiñazu; D´Alessandro; Alex e Nilmar. Técnico: Tite.

GRÊMIO: (3-5-2) Victor, Léo, Pereira e Réver; Paulo Sérgio, Rafael Carioca, Willian Magrão, Tcheco e Anderson Pico; Reinaldo e Marcel. Técnico:Celso Roth


SANTOS X PORTUGUESA
O Santos recebe a Portuguesa na Vila Belmiro para retomar a arrancada rumo à Copa Sul-Americana. O time do artilheiro do Brasileirão, Kléber Pereira, pode entrar na zona da segunda competição mais importante das Américas se o Náutico perder para o Palmeiras nos Aflitos. Márcio Fernandes terá a volta de Domingos, que volta de suspensão e tem apenas uma dúvida; Michael ou Pará, no meio campo.

A Lusa vem de uma importante vitória em casa em cima do Botafogo e vai à Vila Belmiro para tentar parar Kléber Pereira e voltar com pelo menos um pontinho. A equipe do Canindé é a 17ª colocada. Estevam Soares fará duas mudanças na equipe que venceu o Fogão; Fellype Gabriel entra no lugar de Carlos Alberto e Jonas, que volta de suspensão, entra no lugar de Washington.


FICHA TÉCNICA
Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 28/09/2008 – 18h:10m (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cesar Oliveira (SP)
Auxiliares: Edmilson Corona (SP) e Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP)

SANTOS: (4-4-2) Douglas, Wendel, Domingos, Fabiano Eller e Kléber; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Bida, Michael (Pará); Nelson Cuevas e Kléber Pereira. Técnico: Márcio Fernandes.

PORTUGUESA: (3-4-1-2) André Luis, Ediglê, Bruno Rodrigo e Erick; Patrício, Rai, Preto e Athirson; Fellype Gabriel; Edno e Jonas. Técnico:Estevam Soares

27ª RODADA DO BRASILEIRÃO: SÁBADO



Jogos de sábado: duelo de sair faísca no planalto central e jogos de afirmação em Minas e no Rio
Goiás recebe o Vitória no Serra Dourada, Galo o Figueira no Mineirão e Flamengo o Sport no Maracanã.


GOIÁS X VITÓRIA
Duelo de aspirantes ao G4 no Serra Dourada.
Depois de uma goleada pra cima do Santos, o Goiás vai encarar o Vitória visando à zona de classificação para Libertadores, a qual está há apenas quatro pontos. Para a partida, o time verde não contará com Ânderson Gomes, que sofreu contusão no treino. Com isso, Thiago Feltri entra na equipe e Hélio dos Anjos escalará um 4-5-1.

Já no lado baiano, que vem de derrota para o Internacional fora de casa por 1 a 0, os três pontos têm que vir nesta partida, pois, perdendo para o Goiás, o rubro-negro verá o adversário o ultrapassar na tabela. Ânderson Marins, vetado pelo DM, dá lugar a Leonardo Silva.


FICHA-TÉCNICA (fonte: Lancenet)
Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data/hora: 27/09/2008 – 18h20 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Marco Aurélio dos Santos Peçanha (RJ) e Alécio Aparecido Lezo (MS)

GOIÁS: Harlei; Rafael Marques, João Paulo e Ernando; Vitor, Fahel, Ramalho, Paulo Baier, Júlio César e Thiago Feltri; Iarley. Técnico: Hélio dos Anjos.

VITÓRIA: Viáfara; Rafael, Marcelo Batatais, Leonardo Silva e Marcelo Cordeiro; Renan, Vanderson, Ramón Menezes e Willians Santana; Osmar e Leandro Domingues. Técnico: Vágner Mancini.


ATLÉTICO-MG X FIGUEIRENSE
O Galo recebe o Figueira no Mineirão buscando a Sul-Americana. Na última rodada, os mineiros venceram o Náutico em casa e querem repetir o feito diante do time catarinense. A equipe de hoje será a de sábado passado com duas alterações; Leandro Almeida no lugar de Vinícius (que marcou o gol da vitória em cima dos pernambucanos) e Juninho no lugar de Édson, no gol.

O Figueirense vai a Minas para tentar a vitória de qualquer jeito, visto que o time não vence há seis jogos e a zona de rebaixamento já está a dois pontos dos seus 28. A equipe terá apenas uma mudança sobre a que perdeu para o Cruzeiro no Orlando Scarpelli na última rodada; Marquinho, recuperado de contusão, volta ao time no lugar de Jackson.


FICHA TÉCNICA (fonte: Lancenet)
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 27/09/2008 - 18h20 (de Brasília)
Árbitro: Djalma Beltrami (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho (RJ) e Dibert Pedrosa (RJ)

ATLÉTICO-MG: Juninho, Mariano, Leandro Almeida, Marcos e César Prates; Rafael Miranda, Márcio Araújo, Serginho e Renan Oliveira; Lenilson e Marques. Técnico: Marcelo Oliveira.

FIGUEIRENSE: Wilson, Alex Bruno, Gomes e Asprilla; Diogo, Magal, Cleiton Xavier, Marquinho e Alex Cazumba; Bruno Santos e Lima. Técnico: Mário Sérgio.


FLAMENGO X SPORT
Após a vitória sobre o lanterna Ipatinga na última rodada, o Flamengo recebe o Sport no Maracanã para permanecer no G4. Para isso, manteve o time que venceu o time mineiro no domingo passado e vai buscar a vitória desde o primeiro minuto de jogo. Na arrancada do ano passado, o Sport foi o único time que o Fla não conseguiu vencer no Maraca.

Os pernambucanos vêm de um sonolento zero a zero com o São Paulo na Ilha do Retiro e chegam ao Maracanã com um esquema bem fechadinho, explorando os contra-ataques. Aliás, o Sport já não leva gol há 444 minutos. A equipe, que já está na Libertadores por ser o atual campeão da Copa do Brasil, busca uma boa colocação no Brasileiro para entrar em 2009 motivado.


FICHA TÉCNICA (fonte: Lancenet)
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 26/9/2008 - 18h20 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio Santiago (MG) e Wenderson Mozzer (MG)

FLAMENGO: Bruno, Jaílton, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim; Léo Moura, Ibson, Kleberson, Everton e Juan; Marcelinho Paraíba e Josiel. Técnico: Caio Júnior.

SPORT: Magrão, Igor, César e Durval; Carlinhos Bala, Júnior Maranhão, Andrade, Kássio e Dutra; Luciano Henrique e Roger. Técnico: Nelsinho Baptista.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

SOBRE A ENQUETE



"Quem representará o Rio na Taça Libertadores de 2009?"

Esta foi a enquete que o Caneta promoveu e que deu empate: oito pessoas votaram e deu empate em três votos para Flamengo e Botafogo, um voto para os dois e um para nenhum dos dois.

A sua opinião mudou? QUAIS SERÃO AS EQUIPES QUE REPRESENTARÃO O BRASIL NA TAÇA LIBERTADORES DE 2009?

POST EXTRA SOBRE A SUL AMERICANA



Como prometido no penúltimo post, o Caneta hoje complementa as informações sobre os jogos da fase de ida das oitavas-de-final da Copa-Sul Americana.


DOS CINCO RESULTADOS, TRÊS 2 A 1
A rodada se iniciou na terça-feira, com dois jogos;

BOCA JUNIORS 4 X 0 LDU
Será o fim da zebra? O atual campeão da Taça Libertadores da América foi à Buenos Aires para encarar os reservas do Boca Juniors e levou uma sonora goleada. Mostrando uma defesa horrível, o time de Quito não foi nem sombra daquele que derrotou o Fluminense nos pênaltis na competição mais importante das Américas. O Boca, que nada tem a ver com isso, mostrou a sua força no continente e fez seus quatro gols com Forlín, Espinoza(contra), Mouche e Gaitán.

Agora o time argentino pode até perder por três gols de diferença no Equador que fica com a vaga. À LDU resta rezar e golear; por cinco gols de diferença ou quatro a zero para levar para os pênaltis.


ESTUDIANTES 2 X 1 ARSENAL
No duelo de argentinos, o Estudiantes recebeu o Arsenal de Sarandí na estréia do treinador Leonardo Estrada e venceu por 2 a 1. O atacante Mário Boselli, ex-Boca Juniors, foi o grande destaque da partida, marcando os dois gols do time da casa. Pellerano marcou um bonito gol de fora da área para o Arsenal.

Para o time de Verón, basta um empate em Sarandí para se classificar. Já para o Arsenal, o gol de Pellerano foi importantíssimo, pois o time de Sarandí se classifica com um simples 1 a 0 no jogo de volta.

O jogo que faltou de quarta-feira;
SAN LUÍS 2 X 1 ARGENTINOS JUNIORS
O San Luís se aproveitou do fator altitude e largou na frente diante do Argentinos Juniors. O time mexicano venceu por 2 a 1 , gols de Luna e Moreno. Pavlovich diminuiu para o time que revelou Diego Maradona. O San Luis se classifica com um empate na Argentina. Um simples 1 a 0 dá a classificação ao Argentinos em casa.


Fechando a rodada: teve brasileiro empatando fora de casa e algoz do Flamengo na Libertadores sucumbindo em casa
UNIVERSIDAD CATÓLICA 1 X 1 INTERNACIONAL
O Inter foi à Santiago enfrentar o U.Católica e voltou com um bom resultado. Depois de estar perdendo por 1 a 0 até os 40 minutos de segundo tempo, o Colorado conseguiu igualar o marcador e joga por um 2 a 2 ou uma vitória simples para se classificar no Beira Rio. Barrientos abriu o placar para o bom time chileno. Mas Adriano marcou o gol salvador para o Colorado. O Católica agora joga pelo 0 a 0 para se classificar direto ou pelo 1 a 1, para levar a partida para os pênaltis.

Notas interessantes da partida foram a expulsão do meia argentino D'Alessandro, excluído da partida estando NO BANCO DE RESERVAS do Inter e a intensa neblina que tomou o estádio a partir da metade do segundo tempo. O gol Colorado saiu em meio às nuvens.


DEFENSOR 1 X 2 RIVER PLATE
O algoz do Flamengo na Taça Libertadores de 2007 não conseguiu suportar a força do River Plate no seu estádio. O time argentino foi ao Uruguai e venceu a partida por 2 a 1, em pleno Estádio Centenário. E com dois gols de um jogador uruguaio: Loco Abreu deu a vitória para os "gallinas". Risso diminuiu para o Defensor, que tem situação complicada na Sul-Americna agora; precisa vencer o River Plante no Monumental de Nuñez por dois gols de diferença ou por um, desde que marque mais do que dois gols. Um 2 a 1 do Defensor leva a partida para os pênaltis.
Para o River, basta um simples empate para prosseguir.


Confira a tabela da Copa Sul-Americana clicando no título da matéria.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

A VOLTA DO MELHOR DO MUNDO



O técnico Dunga divulgou nesta quinta-feira a lista dos 22 convocados para as partidas contra Venezuela (em Sán Cristóbal, 12 de outubro) e Colômbia (no Maraca, dia 15 de outubro), válidas pela Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010 na África do Sul, do excêntrico mascote Zakumi. Destaque para as convocações de Kaká e Mancini.

Dunga chamou Mancini, da Internazionale, para a vaga do suspenso (e inoperante) Diego, do Werder Bremen e o atual melhor jogador do mundo Kaká, do Milan, para a vaga de Ronaldinho Gaúcho, também do Milan, talvez por uma momentânea deficiência físico-técnica deste último.
Luisão, zagueiro do Benfica, também não foi convocado, por também estar cumprindo suspensão.

Kaká volta a seleção brasileira depois de estar de fora por duas rodadas das Eliminatórias e dos Jogos Olímpicos de Pequim por estar se tratando de uma contusão. Outro que volta é o meia Ânderson, do Manchester United.

E Mancini volta a vestir a amarelinha para jogar na posição em que se destacou na Itália, meia ofensivo, e para mostrar ao povo brasileiro que, definitivamente, ele não é mais lateral-direito, posição a qual ele foi convocado nas suas primeiras passagens pela seleção.

De clubes nacionais, apenas três atletas; Juan Maldonado, do Flamengo (assim chamado para se diferenciar do Juan, da Roma), e os questionáveis Kléber, do Santos e Thiago Silva, do Fluminense, mesmo estes dois últimos estando numa situação difícil com seus clubes na tabela do Brasileirão.


Confira a lista dos 22 convocados;

Goleiros
Júlio César (Inter de Milão)
Doni (Roma)

Laterais
Maicon (Inter de Milão)
Daniel Alves (Barcelona)
Juan Maldonado (Flamengo)
Kléber (Santos)

Zagueiros
Lúcio (Bayern de Munique)
Alex (Chelsea)
Juan (Roma)
Thiago Silva (Fluminense)

Meio-campistas
Lucas (Liverpool)
Gilberto Silva (Panathinaikos)
Anderson (Manchester United)
Kaká (Milan)
Elano (Manchester City)
Josué (Wolfsburg)
Júlio Baptista (Roma)
Mancini (Inter de Milão)

Atacantes
Robinho (Manchester City)
(Manchester City)
Luís Fabiano (Sevilla)
Alexandre Pato (Milan)

BRAZUCAS NA SUL-AMERICANA



Primeira fase de oitavas-de-final sem vitórias para as equipes brasileiras
Atlético-PR e Palmeiras empatam; Botafogo perde.


CHIVAS GUADALAJARA 2 X 2 ATLÉTICO PARANAENSE
O Atlético Paranaense está mais preocupado em sair da situação complicadíssima que convive no Campeonato Brasileiro - é o 17º colocado, uma posição e um ponto acima da zona de rebaixamento. E viajou para Guadalajara com uma equipe mista, poupando alguns jogadores para a seqüência do Brasileirão. Nem mesmo o técnico Geninho foi ao México (o time foi comandado pelo seu filho, André Souto)


Porém, o Furacão não se apequenou diante do poderoso Chivas e voltou para Coritiba com um 2 a 2 que lhe dará a oportunidade de jogar pelo 0 a 0 ou o 1 a 1 na partida de volta, na Arena da Baixada. A seqüência dos gols foi Atlético faz, Chivas empata; Pedro Oldoni, Arellano, Antônio Carlos e Medina. Resta à equipe mexicana jogar pelo 2 a 2 para levar para os pênaltis, pelo empate por três gols mais ou pela simples vitória, no campo do adversário.


FICHA TÉCNICA (fonte: Lancenet)

CHIVAS (MEX) 2 X 2 ATLÉTICO-PR (BRA)
Local: Jalisco, Guadalajara (MEX)
Data e hora: 24/09/2008, às 22h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Galeano (PAR)
Auxiliares: Manuel Bernal (PAR) e Emigdeo Ruiz Roa (PAR)
Cartões Amarelos: Reynoso, Mejía (CHI); Rodriguinho, Anderson Aquino, Alan Bahia, Vinícius (APR)
GOLS: Pedro Oldoni, 1'/1ºT (0-1); Arellano, 6'/1ºT (1-1); Antônio Carlos, 14'/2ºT (1-2); Medina, 17'/2ºT (2-2);
CHIVAS: Sergio Rodríguez; Mejía (Fabián, 15'/2ºT), Magallón e Reynoso; Esparza (Medina, intervalo), Araujo, Pineda, Olvera e Morales (Ávila, 26'/2ºT; Arellano e Santana. Técnico: Efraín Flores.
ATLÉTICO-PR: Vinicius; Alex Fraga, Antônio Carlos e Chico; Rodriguinho, Renan (Douglas Maia, 40'/2ºT), Alan Bahia, Julio dos Santos (Gabriel Pimba, 36'/2ºT) e Márcio Azevedo; Anderson Aquino e Pedro Oldoni. Técnico: André Souto


SPORT ÁNCASH 0 X 0 PALMEIRAS
Bem que o Vasco tentou tirar o Verdão da Copa Sul-Americana alegando que o time de Luxemburgo havia escalado Thiago Cunha de forma irregular. Mas não conseguiu, pois a Conmebol contatou que o jovem atacante foi inscrito dentro do período. E o Palmeiras foi a Lima jogar num campo de grama sintética contra a "ameaça verde peruana" Sport Áncash, que o leitor do Caneta já conheceu no primeiro post sobre a Copa Sul-Americana.

Os verdes acabaram empatando sem gols. Pena o Caneta não disponibilizar ainda arquivos em vídeo. Pois teve um lance de gol perdido do Áncash que só vendo para se acreditar. O Palmeiras, que tem a torcida de todos os concorrentes pelo título nacional ou pelo G4 para que permaneça na Sul-Americana (para o Verdão perder o foco da competição nacional), joga pela vitória simples no Palestra Itália para se classificar. Empate, só se for sem gols, para levar a partida para os pênaltis. Já para o Áncash, basta um simples empate com gols para se classificar. E é por aí que o time peruano pode prosseguir na competição.


FICHA TÉCNICA: (fonte: Lancenet)

SPORT ÁNCASH 0 X 0 PALMEIRAS
Estádio: Nacional, Lima (PER)
Data/hora: 24/9/2008 - 22h (de Brasília)
Árbitro: Álbert Duarte (COL)
Auxiliares: Abaham González (COL) e Wilson Berrío (COL)
Renda/público: não disponíveis
Cartões amarelos: Regalado, Villanueva, Calheira (SPO); Jefferson, Denílson (PAL)
SPORT ÁNCASH: Johny Vegas, Regalado, Catagena (Allende, 22'/2ºT) , Martínez e Vallanueva; Sotelo, Ruiz, Garcia e Flores; Carty e Calheira. Técnico: Antonio Alzamendi.
PALMEIRAS: Marcos, Gustavo, Gladstone e Jefferson; Martinez, Pierre, Léo Lima e Evandro; Denílson (Maicousuel, 16' / 2ºT) e Thiago Cunha (Lenny, 24'/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.


AMÉRICA DE CÁLI 1 X 0 BOTAFOGO
O Botafogo realmente está disposto a conquistar um título no ano de 2008. Tanto que levou a sua equipe titular à Colômbia para encarar o América de Cáli com força máxima. Entretanto, o Fogão, que já vinha de duas derrotas no Brasileirão, perdeu mais uma. 1 a 0 para o América, gol de Ramos. Agora, só um 1 a 0 para levar para os pênaltis ou uma vitória por dois gols de diferença no Engenhão para manter o sonho de um título em 2008 do Fogão vivo. Ao América, basta um simples empate ou derrota por 1 gol de diferença, desde que marque gol.

O que se pode ver em Cáli foi a consolidação da queda acentuada do futebol de certos jogadores, que passavam confiança até pouco tempo e agora estão penando com a bola. Casos de Lúcio Flávio, que não acerta mais nenhum chute ou cruzamento, Carlos Alberto, que começou bem e caiu de produção vertiginosamente e Jorge Henrique, que corre, corre e nada. Enfim; o nível do futebol do time do Botafogo está baixando. Fazer dois gols no América de Cáli no Engenhão não é uma tarefa impossível para o Fogão. Porém, na atual fase, parece soar improvável...


FICHA TÉCNICA: (fonte: Lancenet)

AMÉRICA DE CÁLI 1 X 0 BOTAFOGO
Estádio: Pascual Guerrero, Cáli (COL)
Data/hora: 24/9/2008 - 22h (de Brasília)
Árbitro: Víctor Hugo Rivera (PER)
Auxiliares: Luis Abadie (PER) e Johnny Bossio (PER)
Renda/público: -
Cartões amarelos: Cortéz, Valdés e Córdoba (AME); Triguinho, Túlio e André Luis (BOT)
GOL: Ramos, 27'/2ºT (1-0)
AMÉRICA DE CÁLI: Berbia, Vélez, Valdés (Velandia, 43'/2ºT), Tavima e González; Valencia, Córdoba, Arango (Moreno, 17'/2ºT) e Ramos; Cortés e Parra - Técnico: Diego Umaña.
BOTAFOGO: Castillo, Thiaguinho (Alessandro, 12'/2ºT), Renato Silva, Andre Luis e Triguinho (Zé Carlos, 44'/2ºT); Diguinho, Túlio, Lucio Flavio e Carlos Alberto; Jorge Henrique (Lucas Silva, 33'/2ºT) e Wellington Paulista - Técnico: Ney Franco.

Confira a tabela completa da competição clicando no título da matéria. Na sexta-feira, post extra sobre os demais jogos da rodada de ida das oitavas-de-final da Copa Sul-Americana.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

ESCLARECIMENTO

Devido ao serviço precário de banda larga que assinei, que já foi tema aqui, que já prejudicou o Caneta outras vezes E QUE JÁ ESTOU EM VIAS DE ABANDONAR, nosso blog ficou fora do ar no dia ne ontem e durante a manhã de hoje.

Vou fazer de tudo para continuar com a peridiocidade das postagens durante o problema com a internet que estou passando.

O público do Caneta não precisa se preocupar: POIS PARA O CANETA DE CHUTEIRA, NADA VAI SUPERAR A NOSSA PAIXÃO PELO FUTEBOL!!!

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

FELIZ ANIVERSÁRIO, RONALDO!



Hoje, um ícone da história do futebol mundial completa 32 anos. Ronaldo Luís Nazário de Lima, ou "simplesmente", Ronaldinho ou, Ronaldo ou, como muitos preferem, Fenômeno.


A trajetória de Ronaldo no futebol foi avassaladora. No ponto positivo e no negativo. Começou nas categorias de base do São Cristóvão, clube tradicional do bairro de mesmo nome do Rio de Janeiro e de lá foi, com apenas 16 anos, para o Cruzeiro, onde estourou e ganhou projeção nacional. Fez uma das partidas mais marcantes de sua carreira atuando pelo clube da Raposa, quando no Campeonato Brasileiro de 1993 marcou cinco gols nos 6 a 0 do Cruzeiro num confronto contra o Bahia.


O "estouro" no Cruzeiro o levou à Copa do Mundo de 1994, na qual não chegou a jogar, mas fez parte do grupo tetra campeão mundial. O título nos EUA lhe deu a oportunidade de ingressar no futebol europeu; o então Ronaldinho acertou com o PSV da Holanda após a Copa e em 1996 ganhou o mundo, acertando com o Barcelona e conquistando o prêmio de melhor jogador do mundo da FIFA. O feito se repetiu em 1997, quando acertou com a Internazionale de Milão.


Porém, não manteve o ritmo que vinha tendo no clube milanês, devido às constantes lesões no joelho. Mas mesmo assim, disputou a Copa do Mundo de 1998 na França como a principal estrela da seleção brasileira, que chegou à final e era a grande favorita pelo título. Contudo, esta partida foi marcada por um episódio triste para o já "Fenômeno"; antes do jogo contra a França, Ronaldo teve convulsões na concentração do Brasil e minutos antes do jogo seu nome não constava na lista dos jogadores titulares da seleção brasileira. R9 pediu para jogar assim mesmo e o Brasil entrou em campo por ele. Perdeu de 3 a 0 e Ronaldo, visivelmente abatido, mal jogou. Depois de alguns anos foi descoberto o verdadeiro motivo das convulsões: Ronaldo havia recebido infiltração no joelho debilitado para poder jogar a final e teve reações ao medicamento; as convulsões.


Passado o triste episódio da Copa de 1998, Ronaldo vivenciou a por uma fase terríval na sua carreira. Em 1999, sofreu um grave lesão no joelho, que o deixou de fora dos gramados durante um ano. Após a lesão, Ronaldo passou por fase conturbada, mas viu a redenção na Copa do Mundo de 2002. Convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, o Fenômeno foi artilheiro da Copa e o Brasil penta campeão mundial. Pelo feito, mais uma vez Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo da FIFA.


A boa fase o levou ao Real Madrid, após a Copa. No clube merengue, chegou a ser campeão espanhol em sua primeira temporada e artilheiro do Espanhol na temporada 03/04. Entretanto, caiu de produção nos anos seguintes e passou a ter constantes problemas com seu peso.


Pelo seu prestígio no futebol mundial e pelas boas partidas na seleção brasileira, chegou à sua quarta Copa do Mundo em 2006 na Alemanha, torneio onde ele conseguiu marcar seu nome na história das Copas e onde iniciou um declínio vertiginoso na sua carreira. Na fase de preparação para a Copa, Ronaldo estava muito acima do seu peso ideal e não conseguiu perder durante o torneio. Mas sua grande capacidade de fazer gols o fez fazer três na Copa e, somando com os 4 que marcou em 1998 e os 8 em 2002, chegou a 15 e se tornou o jogador que mais marcou gols em Copas do Mundo. Todavia, o Brasil caiu nas quartas-de-finais diante da França, seu grande algoz em Copas do Mundo.


A derrota abalou a carreira do atacante. No Real, não conseguia se firmar e vivia se lesionando. Tanto que, no ano passado, foi negociado com o Milan por um valor muito abaixo do que já valera um dia. E no rubro-negro já chegou lesionado e descobriu o por que do ganho de peso: mal funcionamento da glândula tireóide. Ronaldo chegou a se tratar, mas quando tentava ter uma seqüência de jogos, mais uma vez se lesionou. O Milan então não renovou seu contrato para a atual temporada e hoje Ronaldo está sem clube, tratando dessa última lesão no Flamengo, clube do seu coração e onde planeja encerrar a carreira.
O maior artilheiro das Copas ainda goza de grande prestígio no cenário mundial; tanto que, mesmo passando pela pior fase de sua carreira, recebeu ótima proposta do Manchester City na semana passada para jogar no time inglês até encerrar sua carreira. Ronaldo ainda não se pronunciou.
Parabéns Ronaldo Fenômeno!


Títulos e artilharias de Ronaldo Fenômeno:


Pelo Cruzeiro;
- Campeão da Copa do Brasil de 1993
- Campeão e artilheiro do Mineiro de 1994 - 23 gols
- Artilheiro da Supercopa Libertadores de 1993 - 12 gols


Pelo PSV;
- Campeão da Copa dos Países Baixos de 1996
- Artilheiro do Campeonato Holandês de 1994/95 - 30 gols

Pelo Barcelona;
- Campeão da Copa da Espanha de 1997
- Campeão da Supercopa da Espanha de 1997
- Campeão da Recopa Européia de 1997
- Artilheiro do Campeonato Espanhol de 1996/97 - 34 gols

Pela Internazionale;
- Campeão da Copa da UEFA de 1998


Pelo Real Madrid;
- Campeão do Mundial de Clubes em 2002
- Campeão Espanhol em 02/03
- Campeão da Supercopa da Espanha em 2003
- Artilheiro do Campeonato Espanhol de 2003/04 - 25 gols


Pela Seleção Brasileira;
- Campeão e artilheiro da Copa do Mundo em 1994 e 2002 (foi artilheiro em 2002 - 8 gols)
- Campeão e artilheiro da Copa América em 1997 e 1999 (foi artilheiro em 1999 - 5 gols)
- Campeão da Copa das Confederações em 1997
- Medalha de bronze nas Olimpíadas de Atlanta em 1996
- Maior artilheiro da história das Copas do Mundo - 15 gols (4 em 1998, 8 em 2002 e 3 em 2006)

26ª RODADA DO BRASILEIRÃO





As emoções esperadas no post sobre a expectativa para a 26ª rodada do Brasileirão se confirmaram. Teve vitória de ex-lanterna em cima de ex-membro do G4, ex-líder voltando ao G4, líder vendo seus concorrentes cada vez mais crescendo em seu retrovisor, candidatos a G4 ganhando bem, campeões brasileiros que não conseguiram sair da zona de rebaixamento...


Para começar, vamos aos jogos de sábado;

SÁBADO: O QUE NÃO FALTOU FOI GOL
Jogos tiveram média de 4,3 gols por partida

GOIÁS 4 X 1 SANTOS
Bem que o Santos tentou manter a sua invencibilidade diante do Goiás no Serra Dourada. Mas acabou encontrando pela frente um time avassalador, que já aos 15 minutos de jogo, vencia a partida por 3 a 0, gols de Paulo Baier, Anderson Gomes e Iarley(P). No segundo tempo o Goiás ainda vez mais um com Rafael Marques. O Santos diminuiu com belo gol de Pará, mas parou por aí. Final: 4 a 1 para a equipe esmeraldina, que chegou aos 39 pontos, a 9ª colocação e já vê de perto o G4. O Santos estacionou nos 29 pontos e na 14ª posição; está ainda a apenas 3 pontos da zona de rebaixamento.


FLUMINENSE 2 X 3 CORITIBA
Era o jogo da afirmação, para confirmar um início de reabilitação. Mas o Flu, mais uma vez, perdeu no Maracanã; 3 a 2 para o Coritiba, no “jogo das viradas, parte 1”. Carlinhos Paraíba abriu o placar para os visitantes. Depois, Washington marcou duas vezes e virou a partida para o Fluminense. Quando se imaginava que a virada estava consolidada, eis que Keirrison empata a partida. E quando se achava que o Flu conseguiria passar a frente outra vez, Tartá tenta atrasar a bola, mas dá um presente para Keirrison, que faz 3 a 2. A vitória fez o Coxa pensar cada vez mais no G4, já que foi para o 8º lugar com 40 pontos. Já o Fluminense... caiu uma posição na tabela e já é o vice-lanterna...

ATLÉTICO-MG 2 X 1 NÁUTICO
Depois de passar uma semana turbulenta com a renúncia do presidente Ziza Valadares, o Atlético-MG precisava de uma vitória para afastar a crise. E conseguiu, depois de uma brilhante virada pra cima do Náutico no Mineirão. Ruy abriu o placar para os pernambucanos; mas Renan Oliveira e Vinícius viraram para o Galo, que, mesmo com a vitória, permaneceu na 12ª colocação, com 33 pontos. O Timbu é o 13º com 29 pontos.


DOMINGÃO DO VERDÃO E DO MENGÃO
Palmeiras fica a 1 ponto do Grêmio e Fla volta ao G4


FIGUEIRENSE 3 X 4 CRUZEIRO
No jogo com mais gols da rodada, o Cruzeiro conseguiu uma importante vitória fora de casa e manteve vivo o sonho do título nacional, ao derrotar o Figueirense no Orlando Scarpelli por 4 a 3, no “jogo das viradas, parte 2”. Guilherme abriu o placar para a Raposa; mas Bruno Santos logo empatou para o Figueira. Depois Henrique fez 2 a 1 para o Cruzeiro; e outra vez os catarinenses empataram, com Ramon. E chegaram a virada com Diogo, 3 a 2. Porém, os mineiros “contra golpearam” e ganharam “por nocaute”, com gols de Thiago Ribeiro e Guilherme. O resultado os levou aos 46 pontos, permanecendo na 3ª posição. O Figueirense ficou na 15ª posição, mas está a apenas 2 pontos da zona de rebaixamento.


SPORT 0 X 0 SÃO PAULO
Era um jogo esperado, no post sobre a prévia da rodada. Mas o 0 a 0 acabou sendo um péssimo resultado para as equipes. O Sport foi a 39, mas caiu duas posições – é o 10º. E o São Paulo foi para 43, mas acabou perdendo a sua vaga no G4 para o Flamengo, que também foi aos 43 pontos na rodada, mas tem mais vitórias que o tricolor paulista.

PORTUGUESA 3 X 1 BOTAFOGO
Para a tristeza dos freqüentadores do Caneta – amigos blogueiros botafoguenses – o Botafogo bem que jogou um bom primeiro tempo, chegando a vencer a partida por 1 a 0, gol de Wellington Paulista. Mas deixou a Portuguesa se impor dentro do seu campo no segundo tempo e permitiu a virada. Fellype Gabriel e Edno(2) fizeram 3 a 1 no placar e tiraram não só a Lusa da lanterna, como também, com os 26 pontos, passaram o Fluminense na tabela e foram para a 17ª colocação. O Bota viu o sonho do título e do G4 ficar mais complicado e, parado nos 42 pontos há duas rodadas, já é o 6º.

ATLÉTICO-PR 0 X 0 GRÊMIO
Vencer o Atlético-PR na Arena da Baixada poderia dar uma grande folga para o Grêmio na liderança. Porém o empate em 0 a 0 o fez estar a apenas um ponto do segundo colocado Palmeiras. E pode ser ultrapassado na próxima rodada, já que joga o Gre-Nal no Beira Rio enquanto o Verdão enfrenta o Náutico nos Aflitos. O Furacão poderia ganhar moral com uma vitória em cima do líder, para fugir das possibilidades de rebaixamento. O empate sem gols em casa o fez ir a 27 pontos e a permanecer na 16ª posição, a apenas um ponto do Vasco, 1º da zona da degola.

FLAMENGO 1 X 0 IPATINGA
O Flamengo suou, mas conseguiu voltar ao G4 com um magro 1 a 0 diante do Ipatinga no Maracanã. Marcelinho Paraíba foi o herói do jogo, que foi marcado por várias oportunidades perdidas pelo rubro-negro e pelos contra ataques perigosos da equipe do Vale do Aço. Dado curioso foram os aplausos da torcida ao tão criticado Jaílton, quando foi substituído por Sambueza. O Fla agora é o 4º colocado, com 43 pontos. Já o Tigre voltou à lanterna da competição.

INTERNACIONAL 1 X 0 VITÓRIA
Foi difícil. Mas cada vez mais o Internacional vem subindo na tabela e, mesmo permanecendo na 11º colocação com a vitória em cima do time baiano, já está a apenas 4 pontos do G4. O gol da partida foi marcado por Alex, de pênalti. Com a derrota, o Vitória parou nos 40 pontos e caiu para a 7ª posição.

PALMEIRAS 2 X 0 VASCO
O último jogo do Palmeiras em casa pelo Brasileirão foi um derrota para o Sport por 3 a 0. E para se livrar da desconfiança e confirmar o seu interesse na busca pelo seu quinto título nacional, tratou de vencer o Vasco do re-estreante Renato Gaúcho por 2 a 0, com gols de Diego Souza e Alex Mineiro, que chegou aos 16 na competição e já está a dois do artilheiro Kléber Pereira, do Santos. A vitória fez o Verdão chegar aos 49 pontos e encostar de vez no Grêmio; apenas um ponto separam as equipes na tabela. O Vasco continua no marasmo; apenas 26 pontos e a 17ª posição, primeira da zona de rebaixamento. Será que as previsões deste que vos escreve – de que o Vasco não cai - estão erradas?

Confira a tabela da competição clicando no título da matéria.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

CHELSEA X MANCHESTER UNITED


Que clássico!

Chelsea e Manchester United se enfrentam amanhã, às 10:00 no Stamford Bridge (transmissão da ESPN Brasil), pela do campeonato inglês.

A equipe azul, que é líder da competição tendo os mesmos 10 pontos do Liverpool - ganhando no saldo de gol - precisa ganhar o clássico se quiser manter a liderança, já que o time da terra dos Beatles enfrenta o recém promovido Stoke em casa. A partida marcará a estréia do técnico Felipão contra os "Diabos Vermelhos".

Tem também o lado do revanchismo pelo lado do time de Londres, por conta da final da Champions League da temporada passada, onde o rival de amanhã o venceu nos pênaltis, na memorável partida disputada em Moscou:

- Há algo mais em jogo do que os três pontos. Uma vitória no domingo vale o dobro - disse Deco, camisa 20 dos azuis.

Falando em brasileiro, o Chelsea está perto de contratar de mais um: o volante Mineiro, ex-São Paulo e Herta Berlin, deve chegar para a vaga de Essien, que sofreu grave lesão no joelho e pode ficar parado por uns seis meses.

Já no lado vermelho, o trunfo é sempre o mesmo. E que trunfo; nada mais, nada menos do que Cristiano Ronaldo, que volta de cirurgia e deve inciar a partida. O time de Alex Ferguson - que é técnico do Manchester United desde que este que vos escreve nasceu (1986) - é apenas o 14º na tabela e precisa da vitória para subir e tentar o bi-campeonato.

Sobre o revanchismo, a partida de amanhã será a deixa para o time do possível próximo melhor jogador do mundo (CR) confirmar a sua superioridade diante do Chelsea.

ASSIM COMO NO CAMPEONATO BRASILEIRO, EMOÇÕES É QUE NÃO VÃO FALTAR!!!

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

26ª RODADA DO BRASILEIRÃO


Fim de semana de muitas emoções com a 26ª rodada do Brasileirão.
No sábado, três jogos que valem a fuga do rebaixamento e sonho de Libertadores.
Todos às 18:20
GOIÁS X SANTOS
No Serra Dourada, o Goiás recebe o Santos depois da excelente vitória fora de casa em cima do líder Grêmio. A equipe esmeraldina, que vem de três vitórias consecutivas, sonha com a Libertadores e se vencer o Santos, chega a 39 pontos e fica a apenas 4 pontos do G4. Já o Peixe, que também vem de vitória - em cima do Flu em casa - tenta a vitória fora de casa para atingir o primeiro objetivo traçado pela comissão técnica: se firmar na zona da Copa Sul Americana.

FLUMINENSE X CORITIBA
O Fluminense tenta se recuperar da derrota para o Santos e da incômoda zona de rebaixamento na partida contra o Coritiba, no Maracanã. O tricolor, que acaba contratar o meia Elias, ex-Bahia e Vasco, tem apenas 25 pontos conquistados e nem mesmo a vitória lhe dá a garantia de sair da zona de rebaixamento já nesta rodada. O Coxa ainda sonha com a Libertadores e o tento fora de casa pode lhe deixar muito próximo do G4.

ATLÉTICO-MG X NÁUTICO
E no Mineirão, o Atlético-MG recebe o Náutico. O Galo vive sutuação conturbada administrativamente no ano do seu centenário, piorada agora com a renúncia do presidente Ziza Valadares (que muito prometeu, mas nada cumpriu). Porém, a equipe precisa da vitória em cima dos pernambucanos amanhã para se livrar de qualquer risco de rebaixamento - está a 4 pontos da zona - e tentar uma vaguinha na Sul Americana do ano que vem. O Timbu vive situação semelhante a do seu adversário dentro de campo. Apenas um ponto separa as equipes na tabela.


No domingo, mais briga pelo G4 e fuga da zona da degola
Dos sete jogos de domingo, quatro se realizarão às 16:00 e três às 18:10.

Aos de 16:00:
ATLÉTICO-PR X GRÊMIO
Na Arena da Baixada, o Atlético-PR recebe o líder Grêmio com a corda no pescoço. Apenas o saldo de gols melhor do que o Vasco o salva de estar na zona de rebaixamento. A vitória em casa na partida de domingo pode lhe dar uma sobrevida até a próxima rodada. Para o tricolor gaúcho, a partida vale a confirmação de que o Grêmio realmente brigará pelo título. Depois da derrota em casa para o Goiás na última rodada, os gaúchos viram o Palmeiras "cresacer no ser retrovisor" e buscarão a vitória para manter vivo o sonho da conquista do seu 3º título nacional.


SPORT X SÃO PAULO
Jogo mencionado no post de segunda-feira passada, Sport e São Paulo se enfrentam na Ilha do Retiro. O rubro-negro pernambucano vem em ascensão na tabela e a vitória em cima do atual bi-campeão nacional o fará ultrapassa-lo na tabela na próxima rodada. Mas o São Paulo briga pelo tri e pode até chegar ao G4 com a vitória fora de casa.


PORTUGUESA X BOTAFOGO
Porém, o São Paulo pode até chegar ao G4 com um empate. Basta que a Portuguesa, atual lanterna do campeonato, vença o Botafogo no Canindé. A Lusa, que chegou a última colocação na derrota para o Atlético-PR na rodada anterior, busca a permanência na Série A do ano que vem e nada como a vitória no domingo para iniciar esta recuperação. Já o Fogão quer se livrar de toda desconfiança causada na derrota para o Internacional no Engenhão e vitória fora de casa em cima da Lusa o colocará vivo na disputa pelo título.


FIGUEIRENSE X CRUZEIRO
O Figueirense recebe o Cruzeiro de olho na vitória para se livrar de qualquer risco de Série B em 2009. Os catarinenses, que estão a apenas dois da zona da degola, buscarão a vitória em casa de qualquer jeito. Já a Raposa quer se recuperar da derrota em casa para o Palmeiras e continuar vivo na corrida para o título nacional tentando a vitória fora de casa.



Aos de 18:10;
INTERNACIONAL X VITÓRIA
Expectativa de bom futebol no Beira Rio. O Inter vem embalado depois da vitória fora de casa em cima do Botafogo e quer a vitória em casa para se aproximar do G4. E o Vitória também vem embalado depois do êxito no "jogo de seis pontos" contra o Coxa em casa e quer a vitória no estádio do Colorado para, com uma possível combinação de resultados, se fixar no G4.


PALMEIRAS X VASCO
Depois da goleada alvi-verde de quarta-feira passada pela Sul Americana, que resultou no pedido de dispensa de Tita, mais uma vez Palmeiras e Vasco se enfrentam no Palestra Itália, agora pelo Brasileirão. O Porco entra motivado com a possibilidade de chegar a liderança do campeonato se vencer a partida. Basta que o Grêmio perca para o Furacão. No lado cruzmaltino, a partida marcará a re-estréia de Renato Gaúcho no comando da equipe. O treinador, que tem fama de motivador, utilizará deste artifício para tentar ao menos o empate fora de casa, já que o Vasco é o primeiro da zona de rebaixamento, com apenas 26 pontos.


FLAMENGO X IPATINGA
Se o Flamengo realmente quer brigar pelo título, o jogo de domingo será o da afirmação. No Maracanã, o rubro-negro recebe o ex-lanterna Ipatinga para já tentar o G4 e se recuperar da derrota na última rodada para o SP. O Ipatinga vem de uma vitória em casa em cima do Atlético-MG e que a sua permanância na Série A do ano que vem. Para isso, pode surpreender o Fla, assim como surpreendeu o São Paulo no 1º turno, com um empate fora de casa.


EMOÇÕES É QUE NÃO VÃO FALTAR!!!

O ESCOLHIDO






Rapidinha para responder a enquete do blog.


Renato Gaúcho foi o escolhido pela diretoria do Vasco para substituir Tita. O técnico vice-campeão da Taça Libertadores da América vai para a sua segunda passagem pelo clube da Colina, onde já esteve entre 2005 e 2007.


A negociação com Renato foi complicada. Tanto que a diretoria chegou até a cogitar o nome de Renê Simões, técnico que subiu com o Coritiba para a Série A no ano passado e foi recentemente dispensado da seleção jamaicana.


Contudo, pesou o fato de se ter um nome que conhecesse o elenco vascaíno e que atendesse aos anseios de líderes do grupo, como Edmundo e Leandro Amaral, que disseram que Renato Gaúcho seria o melhor nome para o cargo deixado por Tita.


A diretoria vascaína então voltou atrás; descartou Renê Simões e fez nova proposta à RG, que acabou aceitando e já se apresenta amanhã, quando comanda o seu primeiro treino.


Renato Gaúcho já é o quarto treinador a passar pelo Vasco no ano de 2008. Já passaram pela equipe cruzmaltina neste ano a dobradinha Romário-Alfredo Sampaio, onde somente o segundo efetivamente treinava o time, Antônio Lopes e Tita.

CONSEQÜÊNCIAS DO PALMEIRAS 3 X 0 VASCO






Agora sobre ontem;



O Palmeiras eliminou o Vasco da Copa Sul Americana(?) num 3 a 0 determinante. Dominou a partida durante todo tempo. Destaque para o garoto Thiago Cunha, que marcou dois golaços; o primeiro num lindo voleio após assistência de Maicosuel e o segundo chutando onde a coruja dorme a sobra de uma finalização de Evandro. Agora o Verdão, além de prosseguir na competição continental (vai enfrentar o bravo Sport Ancash), vem em ascensão no Brasileirão, rumo ao 1º lugar.



Mas a situação em São Januário ficou drástica. Mais do que já estava. Alem de perder o jogo, o Vasco perdeu o técnico. Tita entregou o cargo após 9 partidas no comando; foram três vitórias, um empate e cinco derrotas. Nesse período, o Vasco levou 18 gols e marcou apenas 12. "Infelizmente, nós temos aqui jogadores que não têm nenhuma condição de vestir a camisa do Vasco", disse o ex-treinador vascaíno após anunciar a sua saída, porém sem citar nomes.

O mais cotado para o lugar de Tita é Renato Gaúcho, que tem o aval de Edmundo e Leandro Amaral. PC Gusmão e Gaúcho correm por fora. E ontem durante a partida contra o Palmeiras o presidente Roberto Dinamite anunciou mais um reforço; o lateral-direito Baiano, ex-Seleção Brasileira.

Ainda acredito que o Vasco não cai.

RESPOSTA AO MESTRE



Recebi um email de um expert em futebol, Ronaldo Helal, que pediu um explicação sobre a Copa Mercosul em relação a Copa Sul Americana. Assim, humildemente, respondi ao mestre;


"Sobre a Copa Mercosul;

A idéia de se ter na América do Sul um torneio paralelo à Libertadores, como é a Copa da Uefa com a Champions League na Europa, já é antiga;

Já teve Copa Conmebol (que o Botafogo já venceu deu uma maneira heróica em 1993), Recopa (com um fim diferente da Recopa de hoje), Supercopa (que o nosso time perdeu em 1995 para o Independiente).... enfim... A Mercosul foi mais um torneio desses.

E a Mercosul vinha até conseguindo uma certa adesão do público brasileiro, visto que das suas 4 edições, 3 foram vencidas por equipes brazucas - Palmeiras em 1998, Flamengo em 1999 e Vasco em 2000 E só não ganhou em 2001 por causa da crise argentina. O Flamengo fez a final contra o San Lorenzo; o primeiro jogo foi aqui no Maraca, 0 a 0. Porém, o segundo jogo em Almagro, no "Nuevo Gasometro", foi adiado, devido a instabilidade social que passava a Argentina no final de 2001. E a final foi só disputada em 2002; 1 a 1 (o Flamengo saiu na frente com Leandro Machado, mas "Pipa" Estevez, que chegou a jogar no Botafogo posteriormente, empatou) e o foi San Lorenzo campeão nos penaltis.

Entretanto, veio a tal Copa Sul-Americana, que desde a sua primeira edição em 2002, nunca teve um campeão brasileiro.

SERÁ QUE O POVO BRASILEIRO SÓ ACOLHE TORNEIOS ONDE SUAS EQUIPES VENÇAM?"


Assim foi o email que enviei ao Helal. E ainda acrescento o seguinte; a Copa Mercosul talvez até tinha o seu interesse comercial. Até porque lembro das placas de publicidade da Traffic nos estádios e nos finais de transmissões da Band, que na época cobria a competição com maestria. Porém, esta competição não chegava ao cúmulo de acolher equipes do México por conta de interesses comerciais. Era Copa Mercosul, com times dos países que faziam parte do Mercosul mais o Chile, um dos Estados Associados do bloco econômico desde 1996 e vizinho da Argentina e Uruguai.


A diferença é que a Copa SUL AMERICANA aceita clubes do MÉXICO por conta do patriocínio de grupos mexicanos, como a TELMEX. E, futebolisticamente falando, é difícil aceitar isso.

Não que seja um fator determinante para a não adesão do povo brasileiro a esse torneio. Mas que essa peculiariedade é chata, é. Daqui a pouco a COPA SUL AMERICANA vai receber times do JAPÃO por conta do patriocínio da Nissan...

Assinar Feed Assinantes

Seguir no Twitter Seguidores

Artigos publicados Artigos

Comentários recebidos Comentários